10 Produtos

As cintas cirúrgicas são itens obrigatórios no pós-operatório de diversos procedimentos, como a mamoplastia, abdominoplastia, bariátrica, branquioplastia ou a lipoaspiração. O seu uso diário proporciona a firmeza e impede o deslocamento da pele, aumentando o seu potencial e velocidade de recuperação. Se o seu médico lhe recomendou uma cinta pós-operatória, conte com a Maconequi para te oferecer a melhor seleção de produtos! Veja abaixo os nossos modelos de cintas modeladoras das marcas mais renomadas de beleza e estética do mercado:

10 Produtos

Perguntas frequentes

Há muitos equívocos quando se trata do uso de cintas cirúrgicas, apesar de serem itens familiares para a maioria das pessoas. Se você acredita que esses produtos servem apenas para fins estéticos ou que eles causam problemas nos órgãos internos, confira o FAQ abaixo e tire de uma vez por todas as suas dúvidas sobre as cintas pós-cirúrgicas!

Para que serve a cinta pós-cirúrgica?

As cintas pós-cirúrgicas servem para auxiliar na recuperação de procedimentos médicos, diminuir inchaços e modelar o corpo. De preferência, o seu uso deve ser feito por meio de uma prescrição médica, pois é apenas um complemento para os cuidados pós-operatórios e o seu progresso deve ser monitorado.

Se você fez cirurgias como abdominoplastia, bariátrica, branquioplastia, lipoaspiração, mamoplastia ou passou por um parto e o uso das cintas lhe foi recomendado por um especialista, navegue pelo filtro de pesquisas localizado à esquerda desta página e selecione o seu procedimento para conferir quais os itens adequados para a sua recuperação.

O que acontece se não usar a cinta pós-cirúrgica?

As consequências de menosprezar o uso regular da cinta são graves infrações do pós-operatório, pois a recuperação será muito mais lenta e efeitos como o aumento de inchaço, o acúmulo de líquidos e a flacidez. Para evitar essas complicações, siga as orientações do seu médico!

Quantos dias após a cirurgia pode usar a cinta?

Geralmente, o recomendado é esperar 30 dias após a cirurgia para começar a usar as cintas. Contudo, a recomendação do seu profissional é a que deve valer! Em casos de uso prolongado desse item, você pode inserir uma placa contensora na sua rotina, para evitar marcas e machucados na pele.

Como escolher o tamanho da cinta pós-cirúrgica?

Comprar itens pela internet pode ser difícil, já que você não pode experimentá-lo. A solução que oferecemos é incluir uma tabela de medidas detalhada do busto, cintura e quadril que cada tamanho comporta – tire as suas medidas e descubra qual o ideal para o seu corpo!

Ah, e é importante lembrar que a cinta deve ser justa, mas nunca apertada, para evitar dores e o aumento da pressão arterial! Sentir dificuldades na respiração é uma forma de saber se a cinta pós-cirúrgica está apertada demais e você precisa de uma maior.

Qual a forma correta de usar cinta pós-cirúrgica?

O tempo em que você deve usar a cinta varia de acordo com o procedimento que foi realizado: por exemplo, em abdominoplastias, costuma-se levar 90 dias, enquanto as lipoaspirações necessitam apenas de 60 dias.

Logo, não há apenas uma fórmula de qual a forma correta de usar as cintas compressoras: você apenas deve seguir as orientações do seu médico e do fabricante da cinta.

De forma geral, o ideal é fazê-lo em horários diurnos todos os dias, por volta de 8 horas no total. Em casos de pós-operatório, o uso costuma ser direto, tirando a cinta somente para tomar banho.

Posso dormir com a cinta?

Apenas em casos de recuperação pós-operatória! Se você estiver usando a cinta com fins estéticos de modelação do corpo, evite o uso noturno, pois isso afeta a movimentação do diafragma e ainda pode causar má digestão e prisão de ventre.

Com essas informações, você pode fazer a compra da sua cinta cirúrgica de uma maneira bem informada e segura. E se quiser aumentar o seu conforto no momento de recuperação, confira agora a nossa categoria de Home Care!