Seringas

Filtros
Filtrado por:
Categoria
Departamento
Marca
Tamanho
Faixa de Preço

Seringas

79 Produtos

As seringas são equipamentos de usos médico-hospitalares ou laboratoriais. São fabricadas de diversos tipos e cada uma serve a propósitos específicos! Nesta categoria, você pode encontrar opções para a aplicação de insulina, hipodérmicas, descartáveis, com e sem agulha e mais!

Os materiais de consumo Maconequi são de alto padrão de qualidade, garantimos preços acessíveis que tanto amamos. Confira abaixo a variedade das melhores marcas e seringas que temos nesta seção:

Filtros
Filtrado por:
Categoria
Departamento
Marca
Tamanho
Faixa de Preço

Para que serve uma seringa?

As seringas são materiais hospitalares e laboratoriais muito versáteis, com diversas possibilidades de aplicação na área da saúde. De forma geral, elas são utilizadas para preparar e administrar medicamentos através de vias.

Essas vias são múltiplas: a oral, subcutânea, intradérmica, intramuscular, intravenosa ou endovenosa, intracardíaca e muito mais. Nesta página, você pode encontrar itens para usos profissionais e caseiros, como as seringas para aplicar insulina.

Logo, seja qual funcionalidade você precisar, encontrará a seringa adequada aqui – pelos melhores preços!

Quais são os tipos de seringas?

As seringas são classificadas de acordo com as suas possibilidades de aplicação, sendo que cada uma segue determinadas graduações de capacidade. Veja só:

  • Seringa hipodérmica: é utilizada para administrar substâncias líquidas nas vias e para tirar sangue. É descartável e estéril;
  • Seringa para aplicar insulina: esse tipo de seringa tem um dispositivo de segurança e pode vir com e sem agulha. Os fabricantes recomendam não reutilizá-la, mas o Ministério da Saúde indica que, se armazenada na geladeira, ela pode ser reaproveitada até 8 vezes;
  • Seringa com Bico Slip: as seringas descartáveis com esse tipo de bico são usadas para manipular cateteres, aplicar vacinas e coletar sangue. A agulha deve ser encaixada apenas na ponta;
  • Seringa com Bico Lock: sua ponta tem uma rosca, para que a agulha possa ser rosqueada. Isso oferece mais segurança e estabilidade, pois impede que a seringa saia do lugar enquanto está no corpo;

Além desses tipos, as seringas também são divididas por suas graduações de capacidades:

As mais comuns são: 1 ml, que são usadas nas vias intradérmicas e subcutâneas; 3 e 5 ml, para as vias intramusculares e endovenosas; 10 ml, apenas para vias endovenosas; 20 ml, para vias endovenosas também e alimentação enteral.

O que determina a escolha de seringa é o volume do medicamento ou substância que será inserido!

Quais são os componentes de uma seringa?

As seringas, independente do tipo, tem alguns componentes em comum. O corpo é o cilindro translúcido em que o líquido fica armazenado, e o bico, em que se conecta a agulha, é fabricado nos dois tipos listados acima.

Já a haste é o componente que ‘empurra’ ou aspira o líquido; o êmbolo é preso a ela e é responsável por selar o corpo, para que não haja vazamentos pela haste. A flange é a parte que é segurada para empunhar a seringa e, por último, há a graduação, usada para medir a solução que será administrada.

Como descartar uma seringa?

As seringas de usos profissionais são descartadas em lixos hospitalares, mas e as de uso domiciliar? A recomendação do seu médico deve prevalecer, porém, há alguns cuidados que são de praxe para você realizar em casa.

Nunca descarte objetos perfuro-cortantes em lixos comuns ou recicláveis, e sim em coletores específicos. Esses coletores são feitos de plásticos inquebráveis, que são resistentes à perfuração e vazamento.

Todos os itens que você utilizar com a seringa, como os frascos de insulina, também devem ser descartados nesse recipiente. Depois que estiver ⅔ cheio, entregue a caixa coletora à Unidade de Saúde Básica (UBS) mais próxima.

Para qualquer procedimento com uma seringa, a esterilização deve ser realizada cuidadosamente. Confira a nossa seção de álcool para garantir utilizações seguras!